03 septiembre, 2007

Disolviendo problemas

Harvey Keitel interpreta a un pequeño personaje en Pulp Fiction llamado Señor Lobo y cuyo principal cometido es el de resolver problemas. En infinidad de ocasiones he ido a buscar en la guía telefónica el contacto de este señor y creo que no tiene línea fija. De lo que sí que hay cantidad de profesionales disponibles es para aplazar, postergar, encubrir y dejar pudrir cualquier tipo de problema. Y así, por poner un ejemplo, ocurre que hay un cultivo que en 2010 dejará de recibir ayudas y que en toda lógica debería empezar a desaparecer, pero nadie se atreve a poner el cascabel al gato y nadie plantea alternativas porque todo se ve lejano. Hay otros que la tesitura de gobernar con sus aliados naturales o dejar mandar al principal oponente les pone en un brete y optan por hacer un apaño: resolver el asunto en marzo, tras las elecciones generales, pensando que esta opción inexplicable les es menos perjudicial que la contraria. Mi escritor mozambiqueño preferido, que se llama Mia Couto, distingue entre resolver y disolver problemas, que es un estadio avanzado de la cuestión. Resolver problemas lo entienden algunos como una forma de evitar que nos lleguen los efectos inmediatos; disolverlos significaría dar una solución definitiva, aunque al principio no sea muy efectivo, pero erradicándolos por completo. Y puestos a inventar palabras, como hace el escritor africano, nos urge acabar con el cortoplacismo, enfermedad que consiste en no ver más allá de nuestras narices y ser incapaces de conjugar el verbo prever. Pero este problema no nos lo resuelve –ni disuelve– el Señor Lobo. http://javierfigueiredo.blogspot.com/


Publicado en EL PERIÓDICO EXTREMADURA el 3 de septiembre de 2007

4 comentarios:

Anónimo dijo...

leia e veja se gosta:

http://tascadasamoreiras.blogs.sapo.pt/

Anónimo dijo...

De Anónimo a 4 de Setembro de 2007 às 22:57
...ó jacinto és igual ao idiota do espanhol que me censura e do carlos luna, a história não vos vai perdoar, o teu aljubarrotismo bacoco não é próprio de nós os raianos, que tanto apreciamos os espanhóis e sobretudo as espanholas...


Responder a comentário | Discussão



De Anónimo a 4 de Setembro de 2007 às 23:07
...os teus filhos pagarão muito caro essa teimosia que nos retira dimensão e nos rouba ganhos de escala...

...eu percebo o espanhol jábi, que não quer a filha casada com um luso-ascendente e não suporta o cheiro de sardinha assada aos domingos de manhã...

...e sobretudo detesta ver os portugueses do copo na mão em badajoz falando com salerosas raparigas, enquanto ele o jávi se aborrece com a mulher...

...de facto devíamos substituir os bascos, mantendo assim a espanha a sua dimensão geográfica e económica, podias ter o iva a 16%, os carros mais baratos, o combústivel mais barato, a tv espanola com duplo portador de audio e legendas optativas, enfim ó jacinto, veres raparigas lindas sem ter que dar o carro para o abstémio venancio guiar...


Responder a comentário | Início da discussão | Discussão



De Anónimo a 4 de Setembro de 2007 às 23:16
...de facto o que o idiota do carlos luna não percebe é que seria´muito fácil convencer os espanhóis a devolver olivença se portugal como um todo se integrasse em espanha...

...imagina ó jacinto que fui com 4 amigos por badajoz ao brasil e iam lá 8 bascos/as que ficaram no nosso hotel e pensavam que éramos espanhóis, quando os encontrámos no centro comercial viraram a cara para o outro lado...

...para que é que os espanhóis querem essas pestes que são os bascos....

...e os ferozes catalães que proibem o castelhano? nós não só nos esforçamos por falar espanhol, como as nossas crianças entusiasticamente aprenderiam o espanhol...

...podiamos ir às compras a nova iorque sem ter que ouvir aquele ininteligível inglês...

...


Responder a comentário | Início da discussão | Discussão



De Anónimo a 4 de Setembro de 2007 às 23:21
...o problema do jávi é que o saramago é velho e português e tem uma espanhola nova e boa...

...tu ó jacinto pensas que todos são burros como tu e não mudam, o saramago deixou de ser um idealista comunista para ser um pragmático capitalista...

,,,maluco és tu ó jacinto que estás casado com a mesma mulher há 30 anos, ainda que muito bonita, admito...


Responder a comentário | Início da discussão | Discussão



De Jacinto César a 4 de Setembro de 2007 às 23:53
Diga-se em abono da verdade que te gostava de conhecer, ou antes, gostava de saber quem és! Simples curiosidade e ao mesmo tempo verificar a tua autoridade moral para dizeres o que dizes, já que coragem ... Não preciso dizer mais nada!
Tu consegues espalhar veneno por todo o lado. Vê lá se um dia mordes a língua e te tornas numa vitima de ti próprio. E não venhas com aquela lamúria de ...seguidista ou que já sofres de ameaças de morte pois comigo não pega. Podes dizer o que quiseres que jamais te censurarei, mas permite-me ao menos ter também opinião, mesmo que a tua seja sempre a OPINIÃO! Deves ser alguém com um trauma de nascensa: deves ser para aí um tipo pequeno, feio, antipático e coisas tais para teres medo de dar a cara. Pronto, não barafustes, eu estava a brincar: és um tipo alto e espadalhudo, boneco quanto basta, encantador, etc. Já sei, tens medo que todos sintam inveja de ti e o mulherio não te largue!
Compreendo!


Responder a comentário | Início da discussão

Anónimo dijo...

...que lexívia vai arranjar para dissolver este problema?...

silvia tc dijo...

Muy bueno el último parrafo. A ver quien lo disuelve.