15 noviembre, 2008

Deolinda Lisboa

Sempre disse que não gostava especialmente dos fados. Quando trabalhei no ensino de português levava fados às aulas porque as alunas e alunos pediam, mas não era a minha paixão, é a verdade. Agora gosto de Deolinda Lisboa. Será, talvez, que nõ fazem fado. É outra coisa, parece fado, mas gosto imenso. Encontrei este video com canções.

4 comentarios:

Celina dijo...

Não conhecia Deolinda Lisboa.
Obrigada!

Anónimo dijo...

Também não conhecia! Adorei! Têm disco? Onde o compro?

Puntos de vista...y nada más dijo...

Canção ao lado. têm um disco. No itunes store podes conseguir

Luís Leal Pinto dijo...

Isto pode ser alvo de que alguém me dê uma carga de porrada (os puristas do fado), mas para mim, e muitos dos que estão por detrás da candidatura do fado a património da humanidade (pelo menos por o que vou lendo) o fado é algo mutável e que, desde que apareceu enquanto manifestação no século XIX, tem vindo a sofrer mudanças que lhe conferem uma grandeza artística que vai para além do estigma de "canção nacional", "estereótipo de saudade" ou "fatalismo luso"...
O que seria do fado se fosse impermeável às mudanças dos tempos?
"Deolinda" é uma lufada de ar fresco na música portuguesa!
Um abraço!